quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Encomenda!

Encomenda do noivo Thiago Monteiro do Rio de Janeiro - Buquê de Pimenta!






Para quem não conhece, a noiva joga o Buquê de Pimenta para as amigas casadas!
As pimentas viram chaveiro, apimentam a relação e afastam o olho gordo das piriguetes!

Adquira o seu buquê de pimenta na nossa loja virtual:
http://www.etelartes.com/#!product/prd1/2757002941/buqu%C3%AA-de-pimenta

Para mais informações: contato@etelartes.com





quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Encomenda da noiva Daliana Paul de Três Barras/SC:


  • Buquê de Pirulitos e Marshmallow para as daminhas
  • 3 Pirulitos grandes para os pajens








Adquira seus produtos na nossa loja virtual:
http://www.etelartes.com/#!lojavirtual/ciaa

Para mais informações: contato@etelartes.com





terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Novo modelo de buquê de doce para as daminhas!!

Buquê de Pirulito com Marshmallow para as daminhas!!!

A noiva Daliana Paul de Três Barras/SC queria um buquê bem colorido com pirulitos e marshmallow, o resultado foi esse lindo buquê!

Eu amei e vocês?










Adquira seus produtos na nossa loja virtual:
http://www.etelartes.com/#!lojavirtual/ciaa

Para mais informações: contato@etelartes.com




Atenção noivinhas que vão viajar para o exterior na lua de mel!

Dicas para pessoas que aproveitam as viagens internacionais para trazer eletrônicos!

Muito importante para as noivinhas que vão passar a lua de mel no exterior!

Essas dicas evitam prejuízos na volta para o Brasil!

Parceria com o escritório Decnop, Frotté e Capita Advogados Associados.







Principais cuidados ao trazer eletrônicos do exterior:

1) Cada viajante tem direito a uma cota de 500 dólares para compras em viagens internacionais aéreas.

2) Em outubro de 2010 a Alfândega da Receita Federal passou a isentar celulares, leitores de livros digitais e câmeras fotográficas de uso pessoal da cota máxima de 500 dólares.
Essa isenção se aplica somente para um item, de uso pessoal, por viajante.
Se uma pessoa levar do Brasil o seu celular e comprar um novo na viagem, a isenção só valerá para o aparelho mais antigo, o novo entrará na cota.

3) Essa isenção não se aplica a computadores, tablets e filmadoras.
Esses produtos devem ser declarados se o total da compra ultrapassar 500 dólares, seja para uso pessoal, trabalho ou presente.

DICA: mesmo que o valor do computador, tablet, filmadora ou outro eletrônico não ultrapasse a cota de 500 dólares, siga a direção dos "Bens a declarar" ao chegar na alfândega do aeroporto.
Essa é a única forma de regularizar a importação do equipamento desde que foi extinta a ‘Declaração de Saída Temporária de Bens’, em 2010, quando os viajantes podiam declarar computadores e câmeras que estavam levando na bagagem antes de sair do país.
O documento de 'prova de regular importação' que o viajante recebe quando declara um produto importado, serve como garantia especialmente para quem costuma levar notebooks e tablets importados em viagens internacionais.
A nota fiscal do produto também serve como prova de regular importação.

4) Quantidade
A bagagem pode conter um total de até 20 itens com valor igual ou inferior a 10 dólares.
E até 20 itens superior a 10 dólares, incluindo games, roupas e presentes.

5) Free Shop
Cada viajante tem direito a uma cota extra de 500 dólares em compras no Free Shop de chegada ao Brasil.
A regra não se aplica a Free Shop do exterior.








O site do escritório é muito bom e informativo!
Conheça mais sobre seus direitos:

www.dfcadvogados.com
www.facebook.com/dfcadvogados

Curta a nossa página também:
www.facebook.com/etelartes




sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Cobrança de taxa pelo ECAD em festas de casamento é indevida!

Acho muito importante estarmos atentos aos nossos direitos!
Devido a isso, sempre que surgir uma notícia importante no mundo jurídico sobre casamento irei postar aqui em parceria com o escritório Decnop, Frotté e Capita Advogados Associados.








O ECAD (Escritório Central de Arrecadação) não é um órgão público, como muitas pessoas imaginam, é uma instituição privada, sem fins lucrativos, criada pela Lei 5.988/73 e mantida pela Lei Federal 9.619/98 (Lei dos Direitos Autorais).

Foi fundado em 1976 com a finalidade de arrecadar e distribuir os direitos autorais por cada música, nacional ou estrangeira, executada publicamente no Brasil.

A Lei dos Direitos Autorais, em seu art. 68, §3º, explica que uma música é tocada em execução pública quando ocorre em locais de frequência coletiva como teatros, cinemas, boates, bares, salões de baile, etc.

Porém, o art. 46, inciso VI da referida lei, dispõe que não constitui ofensa aos direitos autorais a execução musical executada em recesso familiar sem intuito de lucro.

A justiça tem entendido que o casamento é, por definição, uma festa íntima na qual inexiste intenção lucrativa. Mesmo que a festa seja realizada em local de frequência coletiva, o evento não pode ser caracterizado como público já que tem um número limitado de convidados.

Nesse contexto, a execução de obra artística em festa de casamento mais se aproxima da execução em recesso familiar, razão pela qual não se mostra razoável exigir o pagamento de taxas nestas situações.



A página no Facebook do escritório é muito boa e informativa!
Curta e conheça mais sobre seus direitos:
www.facebook.com/dfcadvogados


Curta a nossa página também:
www.facebook.com/etelartes






quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Jorge ♥ Giovana

No lindo casamento do Jorge e da Giovana, em Bragança Paulista/SP, os pajens entraram com o Boneco (um com porta alianças), uma daminha entrou com a Boneca e a outra com o Buquê de Marshmallow (laço e fita amarelos) e o noivo jogou a Piriguete para os amigos solteiros.
















Para mais informações: contato@etelartes.com

Adquira seus produtos na nossa loja virtual:





segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...